Madri em 48 horas – Parte II

Madri em 48 horas - Parte I
Madri em 48 horas – Parte III

Madri em 48 horas – Parte II

“SÁBADO”

No nosso hipotético sábado, temos todo o dia livre para conhecer a cidade.

Recomendamos fazer a zona cêntrica e monumental na parte da manhã.

Começando por Ópera, visite o Palacio Real, a Catedral de Almudena, os Jardines de Sabatini e a Ponte de Segóvia, faça uma parada na casa de churros San Ginés caso queira descansar. Siga pela Calle Mayor, visite os quatro pontos da Plaza Mayor e descanse no Mercado de San Miguel. Com as forças recuperadas, vá sentido Calle Huertas. Por lá, você pode encontrar ótimos restaurantes como La Daniela, o Maceiras, Estado Puro, etc…além de lojas bem autênticas como a La Integral ou Ad Hoc.

Depois do almoço dedique o seu tempo para visitas culturais. Na mesma região, você tem de fácil acesso os museus Thyssen, Caixa Forúm ou Reina Sofia.

À noite, o dia pode terminar bem pelo bairro de Chueca, Alonso Martinez ou Tribunal, com lugares para tomar um cocktail e jantar.

Amplie o mapa abaixo para ver a rota completa.



Written by conexaomadri

Sou uma apaixonada por Madri e modestia à parte, sinto que conheço cada pedacinho da cidade como se fosse a palma da minha mão. Razão normal depois de 5 lindos anos vivendo nessa linda cidade.
Website:

2 Comments

Leave a Reply

A capital espanhola é mais que um cenário de Almodóvar. Fuja dos tópicos turísticos como visitar só o Corte Inglés e o estádio do Real Madrid, Santiago Bernabeu, porque Madri é mais que tudo isso: é uma cosmopolita com sede de festa e boa vida. Confira as dicas do blog para não cair no erro do típico turista.
PUBLICIDADE
Siga a gente no Twitter
ARQUIVO
Estamos no Bloglovin
Follow on Bloglovin
%d bloggers like this: